You are hereEletrônica Orgânica: Ciência e Tecnologia

Eletrônica Orgânica: Ciência e Tecnologia


By raul - Posted on 30 janeiro 2013

Palestrante: 
Roberto de Faria
Data: 
Qua, 10/10/2012
Tipo: 
Convite à Física
Arquivo do vídeo: 
No video? Get the Windows Media Plugin

A área da eletrônica vem passando por uma revolução silenciosa marcada pelo aparecimento de novos materiais semicondutores que começam a disputar com o silício um mercado de equipamentos e dispositivos extraordinariamente variado e que movimenta trilhões de dólares por ano em todo o mundo. Dentre esses novos materiais destacam-se os orgânicos (moléculas orgânicas), e pelo sucesso que vem conquistando abriu um novo ramo da ciência e na tecnologia que vem sendo denominado de Eletrônica Orgânica (EO). A EO é dividida entre as chamadas moléculas pequenas e as macromoléculas poliméricas. Em ambas, as tecnologias usadas pertencem à de filmes finos, ou seja, a camada ativa do dispositivo é uma película orgânica de poucas dezenas de nanômetros de espessura, que são fabricadas a partir das moléculas semicondutoras. Por essa razão, a tecnologia envolvida é denominada de nanotecnologia. Além dos diodos emissores de luz (OLEDS), as tecnologias dos diodos fotovoltaicos orgânicos (OPVs - Organic Photovoltaics), também conhecidos por células solares, e dos transistores por efeito de campo (OFETS - Organic Field-Effect Transistors) estão em franca evolução e são dispositivos candidatos a inúmeras aplicações. Hoje são catalogadas cerca de uma centena de moléculas eletrônicas que foram sintetizadas nos últimos anos e décadas. Muitas outras, certamente serão criadas nos laboratórios de química dedicados a essa área de pesquisa. Cada nova molécula melhora uma propriedade específica do composto, ou gera uma nova propriedade. Dessa versatilidade estrutural pode-se concluir que a área da EO deverá progredir muito ainda. A EO deverá atuar em duas frentes tecnológicas distintas: a de grandes áreas e a de miniaturização. A eletrônica de grandes áreas certamente terá sucesso no campo da iluminação de ambientes, tendo como elemento eletrônico fundamental os diodos emissores de luz branca (White OLEDs), e no campo da conversão de energia solar em elétrica, onde o dispositivo básico é o OPV. O ramo da miniaturização atuará na fabricação de pixels de displays de computadores e de televisores, que apresentam alta-resolução de imagem, e caminha para a tecnologia de circuitos integrados, ou seja, o Chip Orgânico.