You are hereO Elétron é uma Partícula!

O Elétron é uma Partícula!


By wescley - Posted on 10 abril 2012

Palestrante: 
Orlando L. G. Peres
Data: 
Qua, 25/04/2007
Tipo: 
Convite à Física
Arquivo do vídeo: 
No video? Get the Windows Media Plugin

Novas descobertas em ciência freqüentemente provocam desenvolvimentos em áreas completamente diferentes. A descoberta dos chamados raios-X estimulou várias pesquisas que acabaram por relevar a radioatividade e, portanto, que o mundo atômico não era imutável. No final do século 19, a teoria atômica era amplamente aceita, assim como eram bem conhecidas as propriedades elétricas da matéria. Mas a conexão entre ambas ainda escapava ao entendimento. Neste momento J. J. Thomson, começou uma série de experimentos para entender um tipo de descarga elétrica de gases bem rarefeitos, os chamado raios catódicos. Sua conclusão, apresentada em 1897, foi que 'nós observamos que os raios catóditos são a matéria numa nova forma, esta matéria é muito menor do que o tamanho dos gases ordinários, esta matéria é universal e a mesma em qualquer material, e compõe todos os elementos químicos que conhecemos'. Em outras palavras, J. J. Thomson anunciava que o mundo atômico era divisível e mostrava como medir propriedades destas novas partículas. Apresentaremos os aspectos históricos desta descoberta e algumas de suas conseqüências.

 

Leitura sugerida

  • Centenário da descoberta: 'The electron (born 1897): Centenary of a star in physics and chemistry', in European Journal of Physics, 1997, 18: 131-168.
  • Discussão dos aspectos históricos: Isobel Falconer, 'Corpuscles, electrons and cathode rays: J.J. Thomson and the 'discovery of the electron' ', British Journal for the History of Science, 1987, 20: 241-276. Abraham Pais, 'Inward Bound', Clarendon Press, pp. 65-88.