You are hereA Radiação de Corpo Negro

A Radiação de Corpo Negro


By wescley - Posted on 10 abril 2012

Palestrante: 
Luis Raul Abramo
Data: 
Qua, 24/09/2008
Tipo: 
Convite à Física
Arquivo do vídeo: 
No video? Get the Windows Media Plugin

No final do século XIX alguns experimentos começavam a mostrar rachaduras no formidável edifício da Física Clássica, herdada de gigantes como Galileu, Newton e Maxwell. Um desses experimentos media a distribuição de energia (o espectro) da radiação de corpos negros, objetos idealizados no quais se realiza o conceito de equilíbrio termodinâmico. A teoria clássica predizia que a energia total de um corpo negro deveria ser infinita, o que não podia ser verdade. Para explicar as medidas feitas em experimentos com corpos negros a diversas temperaturas, o físico alemão Max Planck introduziu, no primeiro ano do século XX, a idéia de que as energias dos átomos que compõe os corpos negros (reais ou ideais) não são quaisquer, mas que elas assumem valores bem definidos e enumeráveis (discretos). As consequências foram dramáticas: poucos anos depois a Física Clássica havia sido substituído pela Mecânica Quântica. Nesse colóquio vamos contar uma parte dessa história e ver como a radiação de corpo negro pode ser verificada até na radiação que permeia o universo, com importantes consequências para a Cosmologia.